Grupo Parlamentar Brasil-EUA discute a ZEMA

O senador Roberto Rocha (PSDB) participou, remotamente, do encerramento, para 2020, de atividades do Grupo Parlamentar de Trabalho do Espaço DID – uma iniciativa entre Brasil-EUA, com objetivo de discutir o planejamento estratégico para a Base de Alcântara, bem como suas viabilidades comerciais, incluindo a exportação de tecnologias para o Brasil.

Na oportunidade, o parlamentar relatou atualizações sobre o andamento da implantação da ZEMA (Zona de Exportação do Maranhão), projeto revolucionário e transformador para o desenvolvimento econômico do Maranhão. A ZEMA se encaixa no perfil da indústria aeroespacial, uma vez que poderá fabricar componentes e equipamentos aeroespaciais, gerando uma cadeia produtiva internacional.

Para 2021, outras perspectivas bilaterais estão previstas para o Grupo Parlamentar, no sentido de reforçar o programa espacial entre os dois países.

Uma delas é a acessibilidade, via ferrovia, para o transporte de equipamentos de alta tecnologia até a Base de Alcântara. Durante a reunião, o senador Roberto Rocha explicou várias ações importantes e necessárias à logística de transporte.

“O complexo portuário de São Luís é ligado a três ferrovias, o que faz a logística para transporte perfeitamente viável. Mas, para isso, nós não podemos contar com rodovias distantes e esburacadas, por questões de segurança no transporte do equipamento, que é de alta tecnologia. O ideal é que seja feita a menor distância entre a Base de Alcântara e o Porto do Itaqui”, destacou o senador.

Grupo Parlamentar defende ponte ligando Itaqui a Alcântara

Como parte da logística necessária ao transporte de equipamentos, o parlamentar maranhense defendeu a viabilidade de uma ponte ligando o Porto do Itaqui a Alcântara. Assim, poderia diminuir em 12 quilômetros a distância até o Centro de Lançamento. Essa obra, de acordo com o senador, deverá ser feita com capital privado, sobre a qual já foram iniciadas articulações com o governo chinês.

“É hora de o Brasil avançar, seja na questão de Alcântara, seja na questão de São Luís, com a Zona de Exportação do Maranhão”, resumiu o parlamentar.